sábado, 26 de Janeiro de 2013

Pao de agua e vinho

Ele aproximou-se devagarinho de mim:
- Esqueceste que tens o desafio da Lenita do Tentaçoes sobre a mesa?
- Lá sou eu "melher" para me esquecer de uma coisa dessas?
- Vejo-te tao descansada... nao sei... começo a pensar... Nao será um desafio muito grande para ti?
Indignei-me e zanguei-me mesmo a serio... Sei que a sua historia remonta ha quase 4000 anos que é considerado um «nectar dos Deuses» que tem um Deus em sua honra «BAco», que é «fruto da videira e do trabalho do homem». Mas com isso nao quer dizer que tenha de se armar em espertalhao certo???

É-lhe dada uma enorme importancia ao longo dos tempo sendo falado em algumas obras da literatura Portuguesa, senao vejamos:

«(...) Quem o vio Alfama
Com quatro ramos cagados,
Os tornos todos quebrados!
Ó bicos de minha mama!
Bem alli ó Sancto Espirtio
Ia eu sempre a dar no fito
N'hum vinho claro e rosete
oh meu bem doce palhete
quem pudera dar um grito (...)

in: O pranto de Maria Parda ... Gil Vicente 1522

 E senão vejam-no desta vez esgotar a tigela avolumada de substancial caldo de abóbora, aviar a formidável posta de carne cozida, com presunto, acompanhando-a com o indispensável arroz, salada de alface e azeitonas; atacar com igual denodo, uma porção de roast-beef, não revendo sangue sob a faca, à moda ...inglesa, mas portuguesmente assado, e como estou convencido assavam os seus carneiros aqueles heróis da Ilíada; tudo isto acompanhado de excelente vinho palhete, o qual ele ingeria aos copos de meio quartilho; em seguida uma carregação de pêras de amorim, sem conta peso, nem medida...

«in: As Pupilas do Senhor Reitor, Julio Dinis 1863

" (...) Nada porém o entusiasmou como o vinho, o vinho caindo de alto, da grossa caneca verde, um vinho gostoso, penetrante vivo, quente, que tinha em si mais alma que muito poema ou livro santo! Mirando à luz de sebo o copo rude que ele orlava de espuma, eu recordava o dia geórgico em que Virgílio, em casa  de Horácio, sob ramada, cantava o fresco palhete da Rética. E Jacinto, com uma cor que eu nunca vira na sua palidez schopenháurica, sussurrou logo o doce verso: Rethica quo te carmina dicat (...)"

«In:Contos, Eça de Queiroz 1902» 

E como hoje é sabado gosto de ter logo pela manha um paozinho quente para tomarmos o pequeno almoço, e aproveitei para com este pao participar no desafio da Lenita:

Entao bora lá, este paozinho vcs têm que experimentar, pois eu garanto-vos que que nao sabe nada ao vinho e fica simplesmente delicioso (mas eu sou suspeita para falar porque para mim pao... é sempre pao).

Isto é feito um bocado a olhometro, mas vamos lá:

*30 gr de fermento de padeiro
* 2 colheres de sopa de açucar
*Sal
*2dl de vinho (usei rosé meio seco da Varzea da Gouxa)
*500 ml de agua tépida
* 1,200 kg Farinha de trigo 
*100 gr de preparado para pao vitale 7 cereais

Entao começei por desfazer o fermento no açucar. 
Num copo adicionei o sal e um pouco de agua e mexi até o sal ficar desfeito.

Adicionei as farinhas, verti o copo de agua com o sal (eu retirei a agua dos 500 ml) e a restante agua e o vinho e amassei muito bem, trabalhei a massa cerca de 10 minutos (fica uma massa mole).

Deixei que dobrasse de volume e com a ajuda de uma colher grande (daquelas que usamos para tirar o arroz e a massa) deitei pequenas quantidades num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal e untado.

Levei ao forno a cozer cerca de 20 minutos (o meu forno é de lenha e estava bem quente)

Depois??? Depois foi so servir e quase nem me deixavam tirar fotografias.

Fica um pão muito macio, e não se nota a presença do vinho, eu cheguei a temer que isso acontecesse, mas como usei um vinho bem suave creio que isso tb ajudou.

Uma receita a repetir sem duvida nenhuma!!!

Lenita parabéns pelo aniversario do teu blog e que muitos mais se sigam!!

Beijocas

Margarida

31 comentários:

Cozinha de Mulher disse...

Bom dia minha linda..
Hoje cheguei cedinho.. e olha que delícia..
Acertei em cheio ao vir te visitar, venho tomar café contigo e encontro esses pãezinhos deliciosos..
Eita que coisa mais linda.. e que tentaçõeszinhas maravilhosas...
Adorei

Um beijo mais que carinhoso e um sábado especial ao lado de sua linda família..

Rosinha Benvenga e Teresinha Putrini Bortolotto disse...

oi Margarida,logo cedo um pãozinho assim seria muito bem vindo aqui em casa rsrsr bjs Rosinha

Belocas disse...

Huuummm!!
Um pãozinho acabado de fazer é a melhor coisa do mundo.....
Bom fim de semana
Bjs

Silvia disse...

Um pãozinho com um aspecto delicioso!
Beijinhos

São Ribeiro disse...

Gostei muito do teu pão ,ficaram lindos.
Bom fim de semana
bjs

Executiva de Panela disse...

Oi Margarida!!! Esse pão está com um aspecto tão bom! Boa pedida para o desafio. Beijos, Paula

ANDRÉA disse...

Oi Flor
Obrigada pela visitinha, fiquei Super Feliz.
Adoro as suas Receitas!

Beijos e um Lindo Final de Semana
Andrea

Receitas de Sedução disse...

Olá, boa tarde!
Gostei da ideia!
Deve ser bom!
Gostei muito do texto. Boa sorte!

Beijinhos e bom fim de semana;

Aurea sá

Addicted disse...

Fiquei muito curiosa com esse pão...vou experimentar!
beijinhos e bom fim de semana

Maísa disse...

Mas que pão super diferente Margá?!! Fico aqui tentando descobrir o sabor dessa delícia...Muito bom!!beijão

Artes da Mel disse...

Margarida muito interessante essa receita de pao com vinho. Certamente vou testar!
Beijinhos
Mel

O Cantinho da Sophia disse...

Olá:)
Ficaram tão lindos estes pães e devem deliciosos.
Beijocas

Guloso e Saudável disse...

Olá Margarida,
A associação do vinho ao pão é para mim invulgar, mas não assustadora já que se adiciona a pratos salgados e doces com ótimo resultado, mas fiquei curiosa com a modificação no sabor, aroma e textura, certamente vou testar, gostei da receita.
Beijo,
Vânia

Lenita disse...

Olá Querida Margarida,
Mal comecei a ler, logo se estampou um sorriso no meu rosto! Esse vinho não sabe com quem se meteu, eheheh!
Um post magnifico, bem instrutivo!
Uma bela homenagem ao Vinho e uma participação extraordinária no passatempo de aniversário do meu blogue. Muito obrigada!
Os pães estão com um aspeto radioso, é uma receita muito interessante e original!
Bjs.

Mary - Strawberrycandy disse...

Olá Margarida, que óptimos pãezinhos,....ficaram maravilhosos e certamente deliciosos!
Beijinhos
http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/

Catarina Sá - A Cozinha da Kinhas disse...

Este paozinho esta a rir-se para mim ai esta esta!!!

Beijinhos e boa sorte!!

Sabor no Prato disse...

Hummmm, como deve ser gostoso este pão!!

Abraços, Fabiana.

Josy disse...

Portuleirinha querida, que pãozinho mais fofo, nunca aprovei pão que levasse vinho, e uns pãezinhos desses acabados de fazer logo cedo é um manjar dos deuses. Ficou lindo, bela participação e homenagem a querida Lenita. Beijinhos, bom finalzinho de domingo florzita

Prata da casa disse...

Olá Margarida: que belo pãozinho e que bela participação. Uma receita bem diferente e com um aspeto delicioso.
(Amiga: penso que não viste,mas deixei-te uma receitinha no meu blog para o teu aniversário " broa de milho com queijo Terra Nostra"). Espero que gostes.
Bjs
Márcia

Blog do Chocolate disse...

Minha linda,

Participação magnifica, os pãezinhos estão fantásticos e claro que a Lenita iria adorar ! :)

Invulgar fazer pão com vinho, gostei muito desta idéia que nos trazes !!!

E podes acreditar que também TU és muito especial para mim, Amiga, gosto muito de Ti e gosto muito de te visitar ! :)

Beijinhos muito grandes

Isabel
www.blogdochocolate.com
http://brisa-maritima.blogspot.pt

saboracasa disse...

Olá Margariad,

Uma combinação invulgar ou que eu nunca ouvi... fico curiosa com o sabor e textura. Pela foto tem ótimo aspeto bem apelativa

beijocas
Paula

KINHA disse...

Olá Margarida

Estes pães parecem deliciosos!
Visitando blogs amigos, encontrei o seu e vim conhecer seu espaço. Gostei e já me tornei seguidora. Venha me visitar e se gostar, ficarei feliz se me seguir também.

AMIGA da MODA by Kinha

Kati Monteiro disse...

Margarida, eu vim aqui outras vezes, sem deixar comentário, somente para olhar para esse pão.
Deve ter ficado muio bom.
Beijos

Rosario Mota disse...

Ola...
Esse pão é bem diferente e tem tao bom aspeto...
Gosto particularmente hoje do post. Ainda bem te descobri e fui tão bem recebida. És uma pessoa especial.
Bjs
http://come-bebe-sorri-e-ama.blogspot.com

Simplesmente Martha disse...

Que delicia sou apaixonada por pão! amei a receita bejinhossss

Milia disse...

Bonita entrada Margarida, muy literaria y es que el vino es un excelente complemento en cualquier ocasión. Y curiosamente con el pan, o mejor dicho en el pan queda muy bien y el pan no sabe a vino, yo lo he hecho y me ha gustado mucho y al igual que tu también repetiré.
Un beso

Rita disse...

E quem disse que pão e vinho
não fica bem..ah se fica me deu
água na boca e a massa parece
que ficou bem macia heim gostei
lindas fotos
Bjuss
Rita!!!

ANDRÉA disse...

Que Pão Maravilhoso Minha Amiga!

Beijos
Andrea

M. disse...

Ai que melhere esta!!! Gostei muito destes pãezinhos! Se morasse aí perto, já me ia fornecer...;)
Beijinhos, bom sábado!
Madalena

ANDRÉA disse...

Uma Linda Semana Flor
Beijos
Andrea

Patricia Galis disse...

Devem ter desmanchados na boca forno a lenha é outra coisa mesmo.