Seguidores

sexta-feira, 8 de Novembro de 2013

Charutos de chocolate




Boa tarde, boa tarde gente mais linda do mundo e arredores!!!

Perdi a forma de vos pedir desculpas pelo meu desaparecimento dos vossos blogues, e tb do meu que de uma forma ou de outra quase so tem tido publicaçoes quando ha um desafio e eu me comprometo a participar!!!

Hoje nao é esse o caso... hoje venho com um enorme pedido de desculpas e contar-vos de uma forma muito resumida o que se tem passado na minha vida e o motivo da minha desmotivaçao e afastamento dos blogues que eu tanto gosto!

Começou em agosto quando o meu marido caiu de um telhado abaixo e fraturou um pe... entrar com ele nas urgencias e lembrar-me de tudo o que ha 3 anos atras se tinha passado comigo naquele hospital nao foi nada façil, bem como nao teve nada de façil a minha adaptaçao a estadia dele em casa, 24horas sobre 24horas com ele do meu lado acabamos por chocar muitas vezes na forma de ser e estar um com o outro... 

Ainda no mes de agosto a minha mae descobre um caroço no peito, que a leva a um rol de exames e a mim a uma frustaçao por me sentir impotente perante tanto acontecimento... fui abaixo, fiz filmes terriveis e foram dias de uma incerteza enorme... felizmente o problema da minha mae nao era nada de mal apenas um gânglio que inchou devido a uma força que ela fez a mudar qualquer movel ou mesmo na quinta! Nestas andanças ainda tive o meu avô (que ja conta a bonita idade de 91 anos) que começou a ir abaixo e a queixar-se do estomago e sem conseguir comer... e de vez em quando o meu pai la se queixava que via uma nuvem em frente da vista, mas os acontecimentos andavam de tal forma que... sairam os resultados dos exames da minha mae e do meu avõ e estava tudo bem com eles ... e eu começei a respirar de alivio ... nao acabei... pois uma bela sexta a minha mae vai com o meu pai á medica dos olhos e de repente chama-me mais ao meu marido para irmos ter com ela a Coimbra pois o meu pai ia ser operado de urgencia... Juro-vos que nesse dia a minha forças foram completamente abaixo... o meu pai entretanto foi operado pois teve um deslocamento total da retina e de momento esta em repouso absoluto, ja la vao 3 semanas... 

E entre o continuar a trabalhar.,.. o estar com o marido ainda em casa de baixa medica, os filhos na escola e ajudar a minha mae no que diz respeito ao tratamento do meu pai, eu ando sem bem saber para onde me virar... Nao sei se no futuro ainda me estara reservado mais algum precalço, mas espero que esta calmaria que de momento estou a passar continue!

Aos amigos que estiveram sempre do meu lado, que nao me deixaram ir abaixo quando eu ja me sentia mesmo a fraquejar... aos que "gritaram" comigo para me acordar, aos que me trouxeram para cima quando me senti no fundo, aos que estiveram ali do meu lado a levantar-me o astral nos momentos em que me apetecia desistir de tudo e todos, nos momentos em que me apetecia enfiar a cabeça na areia como o avestruz... o meu mais sincero obrigado... e o meu mais puro agradecimento aos que continuaram a passar por aqui pelo meu cantinho mesmo sem eu aparecer nos vossos e sem saberem o que se estava a passar, mas continuaram por aqui... muito muito obrigado!!!

E em forma de agradecimento deixo-vos um canudinhos maravilhosos que desapareceram bem depressa aqui em casa... sao mesmo uma tentaçao!

A receita foi tirada do livro:" 200 receitas de chocolate" de Felicity Barnum-Bobb

CHARUTOS DE CHOCOLATE

# 1 clara
#50 gr de açucar branco fino
#2 colheres de sopa de farinha sem fermento
#1 colher de sopa de cacau em pó
# 2 colheres de sopa de natas (usei das frescas)
#25 gr de manteiga derretida
#150 gr de chocolate negro

Bata a clara com o açucar (usei batedor de varas manual, aqule que tem um nome que agora num me "alembro") numa tigela até estarem bem combinados. Adicione a farinha e o cacau peneirados. Junte as natas e a manteiga.

Forre um tabuleiro  com papel vegetal, e sobre este deite uma colher de sobremesa do preparado bem espaçadas umas das outras espalhando-as ligeiramente com as costas da colher, levando ao forno a 220º cerca de 4 minutos até alastrarem e começarem a escurecer. Retire com cuidado com uma espatula e enrole em volta dos cabos de colheres de pau deixando-os endurecer. Repita a operaçao ate acabar a massa, rende mais ou menos 16 unidades.

Eu fiz de outra forma, usei a maquina de bolacha belga ou americana e fiz nela os discos e forrei com papel de aluminio 4 lapis de cor para enrolar os charutos.

Entretanto derreti o chocolate negro e espalhei ao acaso por cima dos charutos polvilhei com chocolate em po...e foi ve-los desaparecer!!!

Espero que gostem... por aqui foram provados e aprovados!!!


Beijocas

Margarida

17 comentários:

Andréa disse...

Querida Margarida,
a vida tem altos e baixos, nada melhor que um dia após o outro e Deus sempre resolve tudo p/ nós.
O que importa é que está tudo certo e que sua família agora está bem.
Eu tbm tenho nódulos mas graças a Deus são benignos, faço controle todos os anos.
Teus charutos estão lindos e tem gostinho de quero mais!

Beijos, fique com Deus!
Bom fds junto a sua família!

Anouska disse...

Que coisa... espero que a partir de agora tudo vá melhorando e sejam seguidas de um rol de coisas boas :)

marijose disse...

Hola Margarida, no sabia nada de lo que te ha pasado que no ha sido poco, pero ya sabemos que cuando viene una nunca llega sola, mucho animo amiga y un abrazo muy fuerte, me llevo la receta de los canutillos que no me quedo sin probarlos, besos

Magda disse...

Olá querida Margarida!
Que bom que apareceu por aqui!
Amei a sugestão! Deve ter ficado uma delícia.
Beijos e um iluminado final de semana!

São Ribeiro disse...

Espero que agora as coisas acalmem e corra tudo bem.
Tenho esse livro e já estive de olho nessa receita.
Ficaram uma maravilha
bj

Prata da casa disse...

Querida Margarida: felizmente não há mal que sempre dure e agora melhores dias virão, de certeza.
Estes canudos estão uma verdadeira tentação e não admira que tenham desaparecido num instante. Que vontade de os "atacar".
Bjs e bfs
Márcia

Formiguinha disse...

Olá dona Guida:)

Mas que saudades! Oh minha querida, que tempos atribulados mas felizmente está tudo a correr pelo melhor - se Deus quiser tudo se há-de recompor - fico a torcer:)

que belos e deliciosos canudos:) Já comia...

Bom fim-de-semana!
Beijinhos

Belocas disse...

Por vezes temos momentos da nossa vida mais complicados. Mas é a família que merece a nossa maior atenção, os nossos cuidados, o nosso amor..., desejo que tudo volte rapidamente ao normal.
Belos canudinhos para os apreciadores de choco.....
Bjs e bom fim de semana

Cozinha em sarilhos disse...

Por vezes há alturas que parece que fomos invadidos por uma verdadeira nuvem negra!
Custa imenso a passar, mas quando menos esperamos vem a bonança! Parece uma frase feita, mas eu acredito mesmo nela :)
Não tarda está tudo a organizar-se! :)
Quanto à receita...adorei, só conhecia os de compra. Estes devem ser bem melhores :)
Um beijinho

Rosinha Benvenga e Teresinha Putrini Bortolotto disse...

oi Margarida tem periodo de vida da gente que tudo acontece,mas tenha certeza que dias melhores estão chegando bjs e saudades Rosinha

Josy disse...

Querida Portuleirinha, a vida as vezes nos pega com essas fases, quando começa um vem muitos outros, e assim vai, mas qdo vem as coisas boas, vem aos montes também, graças a Deus eles estão bem agora, e espero que seu pai esteja bem e recuperado. Nós mulheres temos que ser fortes e atender a todos, e vc é uma mulher forte e batalhadora, tenho certeza que logo as coisas se acalmarão e você poderá respirar com mais calma e paz. Adorei seus rolinhos e se são de chocolate não tem como não gostar não é? Beijinhos, um bom domingo

Guloso e Saudável disse...

Oi Margarida,
Felizmente encontrou força para da sua maneira auxiliar os seus amado e servir de pilar da família, isso é muito importante, é necessário ter fé, manter a calma e seguir em frente.
Adorei os charutos embora não fume, rsrs.
Força estamos a torcer por vocês.
Bom domingo, beijo,
Vânia

Brisa Maritima disse...

Minha amiga querida,

Ainda bem que fui uma das pessoas que "gritou" contigo, porque é para isso que servem as pessoas que nos rodeiam e gostam de nós, para nos abrirem os olhos e fazerem com que vejamos o que, em certas alturas, parecemos não ver !
Fico bem feliz com a tua volta ao blogue e à rotina normal, depois de tantos maus bocados pelos que passaste e eu acompanhei com a frustração de quem não sabia bem como ajudar... :(

Amiga, os teus "charutos" estão uma delicia, conheço-os do livro, um diz hei-de experimentar ! :))

Um grande beijinho para ti e benvinda de volta para nós ! :))

Sadhia Hage disse...

oio minha amiga vi que aconteceram muitas coisas no decorrer dste tempo né mesmo amiga ? então saiba que estamos com vc em qualquer situação ..ore a Deus pois só ele pode nos livrar e nos confortar .sei que voce é uma mulher forte e guereira e vai lutar muito ..sinta o meu abraço e meu carinho bjokas doces e fofas desta tua amiga bjus sadhia

Paula Vieira disse...

O D. Margarida, com que então, oferece-nos uns canudinhos e tal... e logo de seguida diz que desapareceram, não estou a perceber.

Mas estás desculpada, com tanta coisa a acontecer ao mesmo tempo, minha amiga não é fácil.

Mas tudo tem se recomposto, e melhores dias virão.

Uma beijoca grande, e já sabes, estou aqui!

Paula

sandra neiva disse...

Olá Margarida,
espero que tudo se componha afinal não há nada que dure para sempre e este azar todo vai passar de certeza.
Ando de olho nesse livro, e estes charutos são realmente muito gulosos e estão bastante bonitos.

Beijinhos

Doces em Casa disse...

Margarida, minha gatinha :), por certo não podia faltar o meu comentário nestes pecadores charutos, não?
Engraçado como muitas coisas neste teu espaço me lembram a infância e me enchem o coração de boas memórias e de bons sabores! :)
Agora com o novo layout, o espaço ficou ainda mais docinho e adequado a essas memórias!
Talvez já não venha a tempo, mas sei que deve haver um saquinho desses charutos deliciosos guardados para mim! Também tenho esse livro, mas feitos por ti são outra coisa!

Beijinhos grande minha querida.
Aida